Decorado Virtual chega ao Brasil e promete conquistar o mercado imobiliário

Tradicional nos Estados Unidos, FullFreela é uma das primeiras empresas brasileiras a apostar na decoração virtual para exibições de residências

O mercado imobiliário acelerou após a recessão econômica e muitos imóveis, novos ou usados estão sendo vendidos. Sabe-se que preparar uma casa que está em exposição é uma ferramenta de marketing que já é utilizada há décadas. E, uma demanda, que ficou comum, foi a de alugar móveis, obras de arte, plantas e decoração para ajudar os compradores a se imaginarem morando na casa. Uma pesquisa da National Association of Realtors relata que 62% dos corretores de imóveis descobriram que casas encenadas ficam menos tempo disponíveis no mercado e aumentam o preço da venda, mas que a locação de móveis e objetos para decorar é cara e complicada, pois requer bom gosto e tempo para fazer do jeito certo.


Por isso, corretores de todo o mundo estão adotando a simulação virtual dos ambientes. É uma opção muito mais fácil e barata. Observando o mercado, Leonardo Bartz, fundador do marketplace de arquitetura e designers 3D, FullFreela, resolveu investir no ramo e criou o Decorado Virtual. "Estudei bastante essa tendência e enxerguei que tem tudo para bombar no Brasil. Hoje, a maioria das pessoas está olhando fotos online e ter um ambiente decorado ajuda na visualização da casa que ela pode comprar", afirma Bartz. O empresário explica que ao fornecer uma imagem de uma sala vazia a um serviço de encenação virtual que aprimora digitalmente com um sofá da moda e obras de arte cuidadosamente colocadas, os agentes e proprietários evitam o incômodo de trazer um visual totalmente novo. "Se o corretor de imóveis fosse mobiliar o ambiente completo, alugando os móveis, ele gastaria no mínimo R﹩ 12 mil reais. O Decorado Virtual custa, a partir de R﹩ 349 o ambiente e a visualização é até melhor", complementa. Leonardo também aponta as inúmeras opções que os vendedores têm a disposição na hora de fazer a decoração virtual. "O corretor de imóveis pode fazer escolher o que ele quer, como, por exemplo, pintar as paredes, o chão, mudar as luminárias, colorir armários e muito mais", explica. A meta é automatizar grande parte do processo e gerar escala para portais de imóveis, corretores e imobiliárias. Ano que vem queremos entregar mais de mil imagens por mês, quando o processo de automação tiver sido concluído. A pandemia foi um dos fatores que fez o empresário querer trazer esse modelo de negócio para o Brasil e ele acredita que os corretores de imóveis independentes, grandes empresas e até construtoras vão perceber que a Decoração Virtual é mais atraente no curto prazo e econômica no longo prazo. "Ao contrário da encenação física, que pode levar semanas para ser concluída, a decoração virtual precisa de algumas horas, dependendo da complexidade do projeto. Então, é possível fazer mais cenários em menos tempo e, todos sabem que, no mercado imobiliário, tempo é dinheiro", finaliza Bartz. Sobre a FullFreela A FullFreela surgiu para consolidar Artistas talentosos e empresas que necessitam de um trabalho ágil e de qualidade. Desenvolvida em 2020 pelo empreendedor Leonardo Bartz, a empresa pretende movimentar mais de meio milhão de reais neste ano.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Av. Giovanni Gronchi 6195, 05724-003 conjunto 1912 São Paulo/SP 

  • LinkedIn Social Icon

© Copyrigh reserved  2018