Dólar dispara depois de governo revelar como pretende financiar Renda Cidadã

semana até parecia ter começando bem. Pela manhã, as bolsas de valores europeias apresentavam alta consistente e os indicadores futuros de Nova York sugeriam uma segunda-feira de fortes ganhos e elevado apetite por risco.

Enquanto democratas e republicanos tentavam costurar um acordo bipartidário em torno de um novo pacote de estímulo restando pouco mais de um mês para as eleições presidenciais norte-americanas, a notícia de que o banco central chinês passará a reduzir as taxas de juro por meio de reformas econômicas ajudava a colocar em segundo plano os temores relacionados com a expansão da pandemia de covid-19 pela Europa.

Em ambos os lados do Atlântico Norte, os principais índices de ações mantiveram o rumo. Em Wall Street, o índice Dow Jones fechou em alta de de 1,51%, o S&P-500 avançou 1,61% e o Nasdaq encerrou em alta de 1,87%. O Ibovespa também abriu no azul e dava toda a pinta de que iria seguir o movimento externo.



Sempre tem um porém

O que, então, fez com que o principal índice do mercado brasileiro de ações desse um cavalo de pau e entrasse com tudo pela contramão até fechar em queda de 2,41%, aos 94.666,37 pontos, e o dólar recuperasse com folga a marca de R$ 5,60?

A resposta a esta pergunta encontra-se na saída adotada pelo governo Jair Bolsonaro para financiar o Renda Cidadã, programa de renda mínima apresentado hoje como sucessor do Bolsa Família.

A intenção do governo é utilizar precatórios e recursos do Fundeb para financiar o Renda Cidadã. A proposta, entretanto, não prevê corte de gastos.


Investidores questionam capacidade do governo de se financiar

Ao anunciar o novo programa social do presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a ideia do governo era mostrar que o Brasil "é sério e se comporta dentro da responsabilidade fiscal".

Entre os investidores, porém, a leitura foi de ameaça não só ao teto de gastos, mas à capacidade do governo de se financiar.

"O anúncio de que o governo iria usar a rolagem dos precatórios como fonte de financiamento do programa Renda Cidadã criou apreensão entre investidores que viram na manobra certo calote", afirmou o economista-chefe da Necton Corretora, André Perfeito.

Diante disto, o Ibovespa apagou a alta inicial do pregão desta segunda-feira e passou a cair com cada vez mais intensidade à medida que os investidores recebiam novas informações do governo sobre o programa de renda mínima.

Para ser justo, é preciso informar que o 'cavalo de pau' do Ibovespa começou momentos antes do anúncio do Renda Cidadã, quando o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), revelou ainda não haver acordo sobre a reforma tributária.

De qualquer modo, foi o anúncio do governo que levou o principal índice da B3 a registrar hoje o fechamento no nível mais baixo desde 26 de junho.

PUBLICIDADE

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Av. Giovanni Gronchi 6195, 05724-003 conjunto 1912 São Paulo/SP 

  • LinkedIn Social Icon

© Copyrigh reserved  2018