Preço dos imóveis sobe menos que a inflação. Veja quais as cidades mais baratas

Em julho, preço médio de venda residencial foi de R$ 7.328/m². Apesar da maioria das cidades do índice FipeZap terem alta, avanço ficou abaixo do IPCA

O preço dos imóveis residenciais até aumentou no mês de julho, mas acabou ficando 0,08% da inflação do período, segundo o índice FipeZap, que monitora anúncios de imóveis em 50 cidades do país.

No acumulado do ano, de janeiro a julho, os preços de casas e apartamentos subiram 1,39% ante a taxa de 0,46% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) previsto para o período.

Nos últimos 12 meses, no entanto, os preços dos imóveis residenciais seguem 1,13% abaixo da inflação.

Esses empreendimentos, que passaram por boom de alta de preços em de 2009 a 2014, vêm enfrentando dificuldade para se valorizar novamente. O processo vem sendo lento.

Mas em 2020, o mercado imobiliário ensaia recuperação, com as taxas de financiamento imobiliário na baixa histórica e maior saldo de poupança liberada para empréstimo, a expectativa é de que o setor se aqueça novamente.

O Rio de Janeiro, que vinha sofrendo anos de desvalorização, já acumula alta nominal (aquela que não leva em consideração a inflação) de 0,26% este ano. Ainda abaixo da inflação, mas mostra algum avanço. São Paulo teve valorização média de 1,98% em 2020.

Leia também:

Brasileiro não desiste da casa própria e busca por imóveis aumenta na crise

Busca por imóveis afastados da região central aumenta com quarentena

Em contrapartida, o mercado nas capitais do Nordeste está passando por período de baixa. Em Recife (PE), a queda nominal foi de 5,53% este ano e de 0,88% em Fortaleza (CE).

As maiores altas do ano foram em Florianópolis (SC), com 4,66%, Brasília (DF), 4,34%, e Curitiba (PR), avançando 3,45%.

Cidades com metro quadrado mais caro:

  1. Rio de Janeiro (R$ 9.313/m²)

  2. São Paulo (R$ 9.167/m²)

  3. Brasília (R$ 7.635/m²)

Cidades com metro quadrado mais barato:

  1. Campo Grande (R$ 4.251/m²)

  2. Goiânia (R$ 4.320/m²)

  3. João Pessoa (R$ 4.334/m²)

Maiores altas nos últimos 12 meses:

  1. Florianópolis (+5,22%)

  2. Curitiba (+4,21%)

  3. Vitória (+3,61%)

Maiores quedas nos últimos 12 meses:

  1. Fortaleza (-7,94%)

  2. Recife (-5,54%)

  3. Rio de Janeiro (-1,06%)

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Av. Giovanni Gronchi 6195, 05724-003 conjunto 1912 São Paulo/SP 

  • LinkedIn Social Icon

© Copyrigh reserved  2018