Convivência e segurança atraem nas vilas da capital

Morar em vilas pode ser como viver em uma São Paulo que tem ar de interior ou cara dos anos 1950. Imóveis do tipo são atrativos para pessoas que buscam sensação de segurança fora de condomínios. Além de restringirem o fluxo de carro e de gente, as vilas tendem a favorecer o vínculo entre vizinhos. Há, no entanto, inconvenientes que devem ser levados em conta antes da compra ou locação, como a falta de privacidade e possíveis reformas. Em São Paulo, existem 539 vilas fechadas, informa a Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais. Se consideradas as abertas, o número chega a aproximadamente 850, segundo levantamento da imobiliária especializada Casas de Vila. A maior parte está no centro e

Preço de moradia em São Paulo tem nova queda trimestral e anual

São Paulo – Os preços de moradia na cidade de São Paulo caíram no 3º trimestre de 2017, de acordo com dados divulgados no começo do ano pelo Global Property Guide. A queda foi de 0,20% em relação ao trimestre anterior e de 1,13% em relação ao mesmo período do ano anterior, em números ajustados pela inflação. É uma reversão do cenário do trimestre anterior, mas a queda foi relativamente moderada. No mesmo ponto de 2016, o ritmo de redução estava em 8% na medida anual. Quando os números não são ajustados pela inflação, a coisa muda de figura e é verificada alta de preços de moradia na cidade de 0,39% na conta trimestral e 1,38% na conta anual. Com ajuste pela inflação, São Paulo é o 10º mercad

Preço de venda dos imóveis no Brasil cai 17% na crise

São Paulo – O preço de venda dos imóveis residenciais prontos caiu 17%, já descontada a inflação, durante os anos de crise – entre 2014 e 2017 -, segundo o Índice FipeZap, feito com base no mercado de 20 cidades. Descontado o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) estimado para o ano passado em 2,78%, a queda no valor dos imóveis foi de 3,23% de janeiro a dezembro. Segundo analistas do mercado imobiliário, a queda nos preços foi acentuada por dois motivos principais: a forte piora do mercado de trabalho a partir de 2015, quando o aumento do desemprego fez com que o consumidor adiasse a compra do imóvel ou não conseguisse mais arcar com seu financiamento, e a piora significativa

Dória quer mudar lei de zoneamento em bairros de São Paulo

Ajustes na Lei de Zoneamento propostos pelo prefeito incluem apartamentos maiores e mais vagas de garagem ao longo das grandes avenidas e desconto de 30% no valor das contrapartidas pagas pelas construtoras. SÃO PAULO - Com o argumento de que é preciso adaptar as regras à realidade da cidade e incentivar a construção de novas moradias, a gestão do prefeito João Doria (PSDB) apresentou um projeto de “ajustes” na Lei de Zoneamento de São Paulo que pretende liberar prédios mais altos no miolo dos bairros, apartamentos maiores e com mais vagas de garagem nas grandes avenidas e reduzir em 30% o valor da contrapartida paga pelas empresas para construírem edifícios acima do limite básico definido e

Caixa volta a oferecer sua linha de financiamento imobiliário mais barata

SÃO PAULO – Segundo informações do jornal a Caixa Econômica Federal vai voltar a oferecer nesta segunda-feira (2) a linha de financiamento imobiliário Pró-Cotista, uma das mais baratas do país com juros a 8,66% ao ano. A Caixa ainda vai aumentar a cota de financiamento de imóveis usados dos anteriores 50% para 70%; no caso de imóveis novos, a cota continua em 80%. A linha terá R$ 4 milhões disponíveis para financiamento, valor inferior aos R$ 6,1 milhões disponibilizados em 2017 antes de ser suspenso. Os recursos, entretanto, não serão suficientes para atender a demanda: ao jornal O Globo, o vice-presidente de habitação da Caixa, Nelson de Souza, disse que eles devem se esgotar rapidamente.

Posts Recentes

 Av. Giovanni Gronchi 6195, 05724-003 conjunto 1912 São Paulo/SP 

  • LinkedIn Social Icon

© Copyrigh reserved  2018